aprender-sotaque-americano

4 Maneiras Fantásticas de Aprender Inglês com Sotaque Americano

Você tem atores favoritos?

Já viu algum filme em que fazem papel de americanos, mesmo não sendo? Como eles falam o sotaque americano tão bem?

Como você pode ser tão convincente quanto eles?

Tem que haver um jeito.

Você já deve ter descoberto que o sotaque americano varia de uma região para outra. Esteja no sul dos EUA, na cidade de Nova York ou mesmo na Califórnia, cada habitante local tem uma maneira diferente de dizer as coisas.

Você pode estar pensando: “aprender inglês já é difícil o suficiente! Agora também tenho que aprender todos esses sotaques americanos?”

Relaxa, não é tão difícil quanto você pensa!

Provavelmente, você já ouviu o sotaque americano padrão em seus materiais de aprendizado ou em filmes e programas de TV. Caso você queira falar como um americano, não se preocupe. Mostraremos quatro maneiras simples de praticar e aperfeiçoar seu sotaque americano.

Mas primeiro, uma distinção importante:

A diferença entre sotaque e pronúncia

Antes de explorarmos as características dos sotaques americanos, é importante entender que sotaque e pronúncia não são a mesma coisa.

Sotaque é o grupo de regras do idioma regidas por localização geográfica ou classe social. O sotaque refere-se a diferenças na ênfase de certas letras em uma palavra.

A pronúncia tem mais a ver com a língua falada em si. É a maneira como você articula palavras para obter melhor compreensão. Seu instrutor ou tutor pode ajudá-lo com a pronúncia.

Diferenças de sotaque não significam que a língua está sendo falada incorretamente. No entanto, uma pronúncia errada pode significar que você está falando incorretamente.

O que torna o sotaque americano único?

Enquanto mais de 800 milhões de pessoas falem inglês, a maioria delas não são falantes nativos. O famoso sotaque americano é o que muitos alunos de inglês geralmente buscam.

O sotaque americano é, na verdade, mais antigo que o sotaque britânico. O sotaque americano como o conhecemos hoje foi o sotaque originalmente falado pelos colonos que inicialmente desembarcaram onde hoje é conhecido como os EUA.

Por volta do século 19 no Reino Unido, as classes mais altas queriam uma maneira de se distinguir dos pobres. Eventualmente, o sotaque desenvolvido por eles se espalhou por toda a região (as pessoas sempre quiseram ser como os ricos). O que resultou é o sotaque do Reino Unido como o conhecemos hoje, e por isso ele soa diferente do sotaque americano atual.

A principal característica que separa o sotaque americano do sotaque britânico é algo chamado rhotic speech (fala rótica). O sotaque americano (com algumas exceções, como discutiremos abaixo) é rótico. Isso significa que os americanos pronunciam o “r” em palavras como “hard” (har-d). Os falantes não-róticos desconsideram o “r” e pronunciam a palavra “hard” como “hah-d”.

Existem algumas exceções, é claro. Alguns norte-americanos na área da Nova Inglaterra, como Boston, Massachusetts, usam discurso não-rótico.

Outras características do sotaque americano incluem:

  • O som de “a” curto proeminente em palavras como “man” e “cat
  • O uso de uma vogal não arredondada (relaxada; frouxa) em palavras como “lot” (pronuncia-se “laht“)
  • Desconsiderar palavras. Falantes de inglês americano podem usar frases abreviadas, deixando palavras implícitas mas sem realmente dizê-las. No Reino Unido, isso é muito menos comum. Por exemplo:

Jim: “Are you going to the store on your way home?”

Jan: “I could. What you need?” (Eu poderia ir até a loja. O que você precisa?)

Diferenças regionais em toda a América do Norte

Diferentes áreas da América do Norte têm seus próprios sotaques — não há apenas um sotaque simples usado por todos na América do Norte. Aqui estão alguns traços de diferenças regionais que você pode encontrar por toda parte.

O sotaque sulista

Também conhecido no inglês como “Southern Drawl” ou “country accent”, o sotaque do sul dos EUA é geralmente mais lento e com palavras abreviadas. Influências sulistas se espalharam em trechos da fala americana de todo o país.

Exemplos da pronúncia sulista incluem git (get) e lemme (let-me).

Para um bom exemplo de diferenças entre sotaques americanos, considere isto:

Algumas crianças ouvem uma rima de seus professores quando não conseguem o que querem: Na região norte dos EUA, professores podem dizer: “You get what you get, so don’t be upset.” Enquanto no Sul, as crianças podem ouvir: “You get what you get, so don’t throw a fit.” (“Fit” é outra palavra para birra).

Onde ouvir um sotaque sulista:

  • Programas de TV que se passam no sul como “True Blood”
  • Artistas de música country americana, como Carrie Underwood, LeAnn Rimes e Tim McGraw.

O sotaque do centro-oeste americano

O sotaque da região centro-oeste (também conhecida como meio-oeste), às vezes referenciado como o ‘sotaque americano geral’, e é geralmente ouvido no entretenimento americano. É entendido e falado em toda a América.

O sotaque do Meio-Oeste faz uso do discurso rótico discutido acima. Embora seja um sotaque americano comum, seus usos variam tanto que é difícil identificar traços distintos.

Onde ouvir um sotaque do meio-oeste americano:

  • Noticiários nacionais, como CNN.

O sotaque da Nova Inglaterra

O sotaque da Nova Inglaterra também é conhecido como o “sotaque de Boston”. Este sotaque regional faz uso de pronúncias não-róticas. Uma frase famosa que demonstra estes sotaque é Pahk yuh cah in hah-vud yahd (Park your car in Harvard Yard).

Onde ouvir o sotaque da Nova Inglaterra:

O sotaque da cidade de Nova York

O sotaque estereotipado de “Nova York” pode estar desaparecendo, mas você ainda pode ouvir alguns nativos o usando de vez em quando. O sotaque de Nova York também tem elementos não-róticos. Eles também podem arredondar vogais curtas como a. Por exemplo, “father” se torna “faw-thuh” e “dog” se torna “daw-ug“.

Onde ouvir o sotaque de Nova York:

O sotaque canadense

Se você estiver viajando pelo Canadá, saiba que os canadenses têm um sotaque diferente do que o encontrado nos EUA. O sotaque canadense é muito parecido com o ‘sotaque geral americano’ encontrado no Meio-Oeste Americano Enquanto os canadenses costumam usar discurso rótico, eles têm algumas características diferentes.

O sotaque canadense geralmente usa algo chamado de ‘fusão caught-cot’, o que significa que palavras como “caught”, com o som “au” e “cot”, com o som curto do “o“, são pronunciadas da mesma forma.

Os canadenses também carregam os ditongos de algumas palavras. Um exemplo inclui a pronúncia “ah-boot” para a palavra “about”.

Onde ouvir o sotaque canadense:

  • Canais de notícias canadenses como CTV.

4 Maneiras Fantásticas de Aprender Inglês com Sotaque Americano

1. Use vídeos de treinamento para sotaques americanos

Treinamentos estão disponíveis em diversas fontes na internet para ajudar alunos de inglês interessados no sotaque americano. Algumas fontes para você começar incluem:

Speaking Your Best, Inc.: Speaking Your Best é um curso online gratuito dirigido por um patologista de fala licenciado. Existem guias para sotaques específicos que te ajudarão bastante, dependendo da sua língua nativa. Você vai aprender a dizer sons precisos como um americano, bem como conselhos mais gerais (como por que é importante que os alunos de inglês americano falem devagar).

FluentU: Não há nada como aprender um sotaque diretamente com falantes nativos. FluentU oferece vídeos autênticos de inglês americano, como clipes do YouTube, trailers de filmes e muito mais, que foram transformados em experiências de aprendizado de idiomas.

Cada vídeo vem com legendas interativas que você pode usar para estudar qualquer palavra. Clique em uma palavra e você a ouvirá claramente com um sotaque americano — você também obterá uma definição e recursos visuais para aprender cada palavra. Isso significa que você não apenas aperfeiçoará seu sotaque, mas também estará construindo seu vocabulário. Tudo enquanto ouve inglês falado exatamente como falantes nativos o usam!

Let’s Talk: Este canal do YouTube lança novos vídeos a cada dois dias. Seu foco é ajudar os alunos de inglês a falar com um sotaque neutro. Seus vídeos incluem dicas úteis e fatos para tornar o processo de domínio do sotaque divertido. Junto com a ajuda para o sotaque, você também receberá dicas de inglês de vocabulário e gramática.

Pronunciation Pro: Pronunciation Pro é tocado pela profissional de redução de sotaque Annie Ruden. Seu programa de redução de sotaque tem um custo, mas ela também oferece vídeos úteis no YouTube gratuitamente. Lá você encontrará uma grande variedade de listas de reprodução com dicas de pronúncia para alunos iniciantes e avançados. Ela oferece aulas específicas sobre os sons e ritmos do inglês americano.

Se você estiver interessado em seu curso, ela também inclui vídeos com mais informações.

Série “How to Do an American Accent” de Amy Walker: Embora Amy Walker não seja professora de inglês, sua série é divertida e útil para os alunos de inglês. Amy Walker é uma atriz, então os métodos que ela ensina são os mesmos que os atores usam para criar os sotaques perfeitos que você vê na TV e nos filmes.

Sua série sobre como fazer um sotaque americano inclui aulas, exercícios e até mesmo uma demonstração de diferentes sotaques americanos.

2. Assista a programas de TV americanos

Muitos alunos de inglês já usam programas de TV americanos para ajudá-los a aprender inglês. Uma ampla gama de sotaques americanos é proeminente em shows americanos, embora você normalmente ouça algo próximo do sotaque do meio-oeste americano, como já falamos acima.

As sugestões listadas abaixo são úteis para alunos de inglês pois são populares e utilizam linguagem do dia a dia. Você pode encontrar esses programas em DVD ou online. Você pode até conseguir assistir alguns episódios no YouTube.

Você pode encontrar ainda mais sugestões aqui.

“The Simpsons”: O Simpsons são um clássico americano, no ar desde 1989. Os episódios são transmitidos em todo o mundo e os personagens são tão populares que introduziram novas expressões na cultura americana. Qualquer americano que você conheça estará familiarizado com “Os Simpsons”. Alguns programas de aprendizado de inglês até mesmo passaram a incorporar “Os Simpsons” em suas aulas.

Note que o conteúdo da série é geralmente muito relacionado a eventos atuais e referências culturais, por isso pode ser melhor para alunos mais avançados.

“Friends”: “Friends” foi (e continua sendo) uma das sitcoms mais populares dos EUA. É ambientada na cidade de Nova York, e os personagens têm origens e padrões de fala diferentes. Muitos dos temas do programa são relacionáveis.

Você pode assistir a episódios várias vezes para ouvir como os americanos falam e respondem uns aos outros.

“Full House”: “Full House” (“Três É Demais”, no Brasil) é outra sitcom vista em todo o mundo. Os personagens variam de crianças a adultos. Muitas das histórias são atrativas para toda a família. Full House é tão popular que as pessoas até aprendem inglês assistindo!

Sitcoms como “Friends” e “Full House” são boas para alunos de inglês, pois seus episódios são curtos e incorporam problemas cotidianos. Eles também usam muito humor físico que o ajudará a entender o que está acontecendo, mesmo que você não possa seguir o diálogo no começo.

3. Assista a programas de notícias americanos

Noticiários americanos são ótimos para ajudá-lo a ouvir o sotaque americano. Para obter a melhor experiência possível, experimente os programas de notícias nacionais, como os listados abaixo. As âncoras de notícias nacionais tendem a ter o sotaque geral americano.

Caso você tenha uma viagem marcada para uma região com um forte sotaque local, como o sul ou o oeste americano, procure vídeos dos canais de notícias locais destas áreas. Assim você pode ouvir alguns dos sotaques locais.

4. Obtenha ajuda de um tutor de sotaque

Tutores são sempre o melhor recurso pois podem te ajudar com suas necessidades específicas de pronúncia. Os seguintes tutores ou serviços linguísticos são especializados em ajudar alunos a dominar o sotaque americano.

American Accent Course: American Accent Course é um programa online que você pode acessar sempre que for melhor para você. Você receberá exercícios de audição e aulas de ritmo e pronúncia. Também receberá questionários sobre o seu progresso e os tutores ao vivo estarão lá para ajudá-lo com dificuldades e oferecer feedback.

Cambly: Cambly é um curso que você pode usar online ou em seu dispositivo móvel. Oferece uma opção de avaliação gratuita para ver se é o curso certo para você. Cambly permite que você pratique conversação em inglês com um falante nativo para que você possa obter feedback ao vivo sobre o seu sotaque.

Rachel’s English: Rachel é uma professora de inglês especializada em ajudar alunos a aperfeiçoar o sotaque americano. Embora ela ofereça muito material pago, seu website também oferece mais de 400 vídeos gratuitos para você começar.

A melhor maneira de aprender seu sotaque americano é ouvir e praticar. Grave sua voz e compare com os falantes nativos que você ouve no entretenimento americano. Converse com seus amigos, tutores ou professores americanos.

Lembre-se, não tente forçar. Os falantes nativos perceberão. Alguns podem até ficar ofendidos, pensando que você está tirando sarro deles. Deixe seu sotaque vir naturalmente.

Continue praticando e você estará falando como um nativo americano sem nem perceber!

 

Se você gostou deste artigo, então algo me diz que você vai adorar FluentU, a melhor maneira de aprender inglês por meio de videos do mundo real.

Cadastre-se gratuitamente!

Comments are closed.